Poderá também gostar de:

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Esclarecimento da Direcção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Camarate



- ESCLARECIMENTO - 
Face às noticias que tem circulado nas redes sociais com o titulo de "Profissionais dos BV de Camarate com salário em atraso e impedidos de trabalhar" a direcção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Camarate vem por este meio esclarecer o sucedido.

"A Direcção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Camarate tendo tido conhecimento do comunicado emitido pelo SNBP, através de publicação no Jornal de Camarate, considera que no referido comunicado é aligeirada a interpretação dos factos, na tentativa de denegrir a imagem e a honra duma associação que, com dedicação e zelo, serve a População de Camarate há mais de 77 anos, tentando criar alarmismo junto da população sem que para tal, haja qualquer justificação ou fundamento.

A Direcção da Associação não esconde, nem nunca tentou esconder, nem se vangloria, por não ter conseguido pagar os ordenados aos funcionários, referente ao mês de Janeiro/2015.

Os funcionários da associação têm perfeito conhecimento que as dificuldades de tesouraria têm sido são provocadas pelo facto de alguns clientes não pagarem atempadamente as respectivas facturas, há quem tenha por pagar à associação facturas de Setembro de 2014 em diante (na ordem dos 44.000,00 euros) e outras, serviços prestados anteriormente e posteriormente a esta data.

Em relação aos funcionários que viram o seu contrato de trabalho suspenso, cumpre esclarecer que a suspensão dos contractos de trabalho se deveu ao facto dos três bombeiros/funcionários terem saído do Quadro Activo e terem passado ao Quadro de Reserva, ao que, por imposição de Lei, ficou vedado aos três bombeiros o exercício de qualquer actividade operacional.

O facto dos três bombeiros não poderem exercer qualquer actividade operacional, impede-os de exercer as funções para que foram contratados como trabalhadores da Associação.

Esta a razão que obrigou a Direcção à suspensão dos três contractos de trabalho, mantendo-se inalterados todos os outros 29 contractos de trabalho existentes na associação.

Por último, reafirma-se que o socorro à População de Camarate nunca esteve nem está em causa, bem pelo contrário. Nestes últimos dois meses os Bombeiros Voluntários de Camarate efectuaram ainda mais serviços do que o normal, a pedido do INEM!"

17 fevereiro 2015

A Direcção
 

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Profissionais dos BV de Camarate com Salário em Atraso e Impedidos de Trabalhar

Os bombeiros profissionais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Camarate têm salários em atraso e alguns foram impedidos de exercer as suas funções, com fundamento em supostas “suspensões de trabalho”.
 

O Sindicato Nacional dos Bombeiros Profissionais, já apresentou queixa à Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), e espera que esta Entidade, no âmbito das suas atribuições e competências, atue de forma a salvaguardar os direitos daqueles trabalhadores. Caso contrário, não está afastada a hipótese de recurso às Instâncias Judiciais. Em causa está o facto das alegadas “suspensões de trabalho” serem ilegais e de não respeitarem a legislação laboral
e os direitos adquiridos pelos trabalhadores.

O SNBP apelou à associação que repusesse a legalidade, sem que até ao momento aquela Instituição tenha apresentado qualquer justificação, resposta ou tivesse demonstrado abertura para uma resolução do problema.

Está assim em causa o socorro à população de Camarate na medida em que alguns dos seus trabalhadores estão impedidos de exercer as suas funções.